11 de maio de 2009

Programa Espelho nesta segunda




VIVA BOAL!


Boal partiu e nos deixa um imenso legado. Muito generoso, será sempre um exemplo a ser lembrado. O Programa Espelho teve a honra de conversar com Augusto Boal que nos emocionou com sua entrevista e garanto emocionará vocês também.

Em seu apartamento no Arpoador falamos sobre política, Brasil e sobretudo TEATRO. Teatro Arena, Teatro do Oprimido, Teatro Jornal, Teatro Invisível, Teatro Fórum, e muito mais que vocês vão conferir no programa.

(...)

Augusto Pinto Boal foi diretor de teatro, dramaturgo e ensaísta brasileiro. Uma das grandes figuras do teatro contemporâneo internacional. Boal aliou seu trabalho com o teatro à ação social, e suas técnicas e práticas difundiram-se pelo mundo, nas três últimas décadas. Entendia o teatro como instrumento de emancipação política, educação, saúde mental e sistema prisional.

O dramaturgo ficou conhecido não só por sua participação no Teatro de Arena, mas sobretudo por suas teses do Teatro do Oprimido, inspiradas nas propostas do educador Paulo Freire. Nas palavras de Boal: “O Teatro do Oprimido é o teatro no sentido mais arcaico do termo. Todos os seres humanos são atores porque atuam, e espectadores porque observam. Somos todos espectatores”.

Sua obra foi traduzida em mais de vinte línguas, e suas concepções são estudados nas principais escolas de teatro do mundo. Desenvolveu um sistema de exercícios de monólogos corporais, diálogos corporais e técnicas de teatro-imagem, que, segundo ele, podem ser utilizadas não só por atores mas por todas as pessoas.

Augusto Boal foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz em 2008, em virtude de seu trabalho com o Teatro. Em 2009 quando nomeado pela Unesco como embaixador mundial do teatro, garantiu sua presença eterna em muitas outras gerações. E nesta hora o Programa Espelho esteve presente em mais um marco desta história. O Boal é espelho para o Programa Espelho e seus telespectadores.

Sem comentários: