14 de junho de 2017

#DicaDoEspelho



Edição ricamente ilustrada com imagens de antológicos bailes black da década de 1970, mostrando a genealogia do Movimento Black Rio, que completa 40 anos em 2016. Inicialmente inspirado pela revolução da funk music norte-americana, esse movimento no Rio de Janeiro foi uma afirmação social, estética e musical, que desencadeou uma mudança profunda na música e na cultura negras do Brasil. Tim Maia, Sandra de Sá e Toni Tornado são alguns dos personagens desse relato enérgico, que procura informar os mais jovens — que não viveram esse momento revolucionário — e dar voz a um período emblemático da nossa cultura, para que nunca nos esqueçamos desse poderosos músicos, djs, dançarinos e frequentadores de bailes que participaram dessa história.

Sem comentários: